sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Qualidade ...


"Na cultura moderna da velocidade, parece que não fazemos nada completamente. Estamos metade assistindo televisão e metade usando o computador; estamos dirigindo enquanto falamos ao telefone; mesmo quando temos tempo é difícil termos uma conversa; quando nos sentamos para comer estamos lendo um jornal e vendo televisão, e mesmo quando vemos televisão, estamos passando os canais. Esta qualidade da velocidade dá à vida um sentimento superficial: de nunca experimentarmos algo totalmente. Comprometemo-nos nessas atividades, a fim de viver uma vida plena, contanto que seja rápido."

Nenhum comentário: